Recado de São Francisco de Assis




"Sei que lágrimas de dor verte agora dos teus olhos,dia em que teu cão se foi,e se afastou de ti e se aproximou de Deus.Todavia,dou-te uma nota feliz neste dia tão triste:jamais Deus teria sido injusto com os animais!Por isso,não importa quem está nascendo ou morrendo,há sempre alguem chamando por ti;então VIVA!
Agora mesmo,neste exato instante em que choras,teu anjo amado segue e evolui...Brilha na imensidão do espaço e volta,manso e feliz ao aconchego das almas!Com tua mania racional,teimas em duvidar,mas nada importa,senão continuar a VIVER! As hostes dos Anjos e Francisco cuidam das luzes em pêlos e preparam suas patas para uma nova vida.Enxuga teu rosto e acredita!Fizeste a parte que te cabe no mundo...Um sonho jamais termina num último miado, nem se pode calar os latidos de um dia.Então podemos crer novamente.VIVA!
É que o Criador adora suas crias! E deixa que elas permaneçam sempre vivas na memória dos que ficam...
Elas cumpriram com o seu Divino mandato: AMAR-TE !"As crianças caninas são como o vento...
É impossível prendê-las entre as mãos...
Elas às vezes têm outra direção,
Um caminho que não é o nosso...
São como o vento...
Às vezes “furacão“, invadindo nossas vidas...
Às vezes “brisa“, acariciando nossa alma.
São como vento...
Às vezes perto, às vezes longe...
Mas eternamente em nosso coração."
Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar
E cada verso meu será Prá te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vida
Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida